terça-feira, 26 de janeiro de 2010

bambu

flexível
potência
não perderei

tão distante quanto o Japão
medieval

alongo-me
e pego a fruta de ouro
que caiu no chão

e brota na minha terra
no rio
pepitas e pedregulhos

tremo em folhas
eu
o bambu

Um comentário:

  1. e o som incessante da cachoeira, pra sempre quando nos lembrarmos de lá

    ResponderExcluir