terça-feira, 1 de dezembro de 2009

minha estrela de lodo

*Clique na foto para vê-la maior
Chego em casa
tudo ainda está no mesmo lugar.

As plantas parecem ter crescido um pouco
ou morrido um pouco.

Os objetos suspensos encaram
minha cara de susto
pois tudo estava aqui
esperando o que sempre volta...

Em volta
os organismos pequenos
tomam meu espaço
blindado.

Sua proteção chega no raio que entra
no sopro de tarde
arrebata o que eu penso
e me faz dormir
e sonhar...

Um comentário:

  1. imagino o momento, as plantas e tal
    conhecem bem a volta sem terem ido

    ResponderExcluir